PUBLICIDADE

Vantagens operacionais

O BRT tem um custo de implantação e operação relativamente baixo se comparado a outros modais de transporte, graças à tecnologia 100% nacional e ao espaço exclusivo para operação do sistema, o que permite maior velocidade e regularidade. O seu custo operacional é menor que um sistema de ônibus comum, pois o BRT usa veículos de alta capacidade articulados ou biarticulados.

Com um investimento de R$ 220 milhões nas cidades acima de 500 mil habitantes, é possível criar e operar 20 km de via exclusiva para o transporte público e seis terminais de integração. A velocidade operacional seria de 20km/h a 35km/h nos corredores preferenciais e o número de passageiros beneficiados fica em torno de 300 mil com ganhos de 26 minutos por dia por pessoa.

Em resumo, para 40 cidades desse porte com dois eixos de corredores BRT, é possível melhorar significativamente a vida de 12 milhões de passageiros com investimentos públicos de R$ 5,6 bilhões e investimentos privado de R$ 3,2 bilhões.

Prazos e custos

O BRT também se destaca pelos prazos e custos de implantação. Se comparado aos outros modais é possível verificar que em todas as etapas, desde o projeto básico a implantação, esse sistema é muito vantajoso.

 

Capacidade

Sistemas tipo BRT têm grande flexibilidade de adequação de capacidade à demanda entre 3 mil e 45 mil passageiros por hora-sentido.

PUBLICIDADE