PUBLICIDADE

BRT Linha Verde Sul

Cidade pioneira na concepção dos sistemas BRT, Curitiba, vai expan­dir a Linha Verde, o BRT brasileiro mais conhecido do mundo. O cor­redor, que hoje possui 22 km em sua extensão, já está em fase de construção de mais 3 km. O pro­jeto também contempla o fecha­mento lateral das estações tubos com vidros de película interna, ca­paz de reduzir a incidência de luz solar e aumentar o conforto térmi­co. As estações possuem sistemas de captação de águas de chuva, que serão utilizadas para a limpe­za das instalações.

Esse corredor terá sinalização adequada, de gradis no entorno das estações, de pistas separadas por canteiros, de ilhas de descanso e semáforos, para garantir a travessia segura e confortável para o pedestre. Entre os bairros Pinheirinho e Jardim Botânico, foram construídas três trincheiras e dois viadutos, um trinário e quatro binários, que permitem a travessia em linha reta e sentido único.

Com recursos do PAC da Copa e contrapartidas, a extensão da Li­nha Verde Sul tem custo estimado de R$ 20,6 milhões e previsão de ser entregue à população até maio de 2014, conforme ofício entregue em dezembro de 2012 pela prefeitura da capital paranaense ao Ministério das Cidades. Por falta de repasse de recursos, as obras haviam sido paradas, mas foram retomadas em janeiro de 2013.

 

Status do BRT

Projeto básico/executivo  Concluído

Edital de licitação  Concluído

Obras  Iniciadas em março de 2012 e em andamento

Início da operação  Prevista para maio de 2014

 

FICHA TÉCNICA

Nome do BRT  BRT Linha Verde Sul

Bairro/Cidade/UF Pinheirinho e Jardim Botânico/Curitiba/PR

Extensão (Km) 3 Km

Capacidade 22 mil passageiros/dia

Características do serviço Possui 8 estações. O projeto de extensão contempla o fechamento lateral das estações tubos com vidros de película interna capaz de reduzir a incidência de luz solar e aumentar o conforto térmico. As estações possuem sistemas de captação de águas de chuva, que serão utilizadas para a limpeza dos terminais

Custo R$ 24,2 milhões

Fonte de custeio PAC da Copa e contrapartidas

Fontes: Portal da Transparência e Caderno Térnico de BRT da NTU

Atualizado: 16 de abril de 2014

PUBLICIDADE